Follow by Email

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Quatro municípios do Maranhão recebem bibliotecas rurais do MDA

O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) inaugura 17 bibliotecas rurais no Maranhão nesta terça-feira (7). A ação faz parte do Programa Arca das Letras e beneficiará quatro municípios: Pedreiras, Igarapé Grande, Lima Campos e Alto Alegre do Pindaré. A iniciativa da pasta contribui para o incentivo à leitura no campo, auxiliando na educação e gerando mais cidadania para a população rural. O estado já somava 447 acervos, que atendiam mais de 47 mil famílias. Com a entrega, serão 40 bibliotecas.
“Em todo o país, já são 8.820 acervos rurais implantados pelo MDA. Essa experiência permite mostrar que a população rural tem gosto especial pela leitura. É comum encontrarmos leitores que leem 20 ou 40 livros por ano nas comunidades rurais. A chegada do Arca das Letras proporciona alfabetização para todas as idades”, enfatiza a coordenadora nacional do Programa Arca das Letras e coordenadora geral de ação cultural do ministério, Cleide Soares.
A entrega dos novos acervos maranhenses será feita em parceria com a Associação em Áreas de Assentamento no Estado do Maranhão (ASSEMA). O município de Pedreiros já tem quatro bibliotecas, que foram instaladas em 2011. As comunidades de Igarapé Grande, Lima Campos e Alto Alegre do Pindaré recebem pela primeira vez os acervos. As comunidades beneficiadas pelo programa ganham bibliotecas com livros de literatura infantil e juvenil, além de técnicos, didáticos e histórias em quadrinhos. “Os títulos são organizados conforme o interesse dos moradores locais”, detalha a coordenadora do programa no MDA.
Os acervos que ainda serão inaugurados no Maranhão seguem o mesmo padrão dos já em utilização em todo o Brasil e ficarão sob os cuidados de voluntários selecionados por meio de consulta popular, os agentes de leitura. O programa conta com 17,5 mil agentes capacitados em todo o Brasil para atender e instruir os usuários. Com a inauguração das novas unidades, o Maranhão terá, no total, 846 agentes de leitura.
Cleide Soares explica também que os móveis-bibliotecas, as chamadas “arcas”,utilizadas para armazenar os livros, foram doados pela Prefeitura Municipal de Alto Alegre do Pindáré, Associação Cultural Lima Campense/MA e pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Igarapé Grande. O fornecimento dos livros e materiais de trabalho para os agentes de leitura ficou a cargo do ministério.

Sobre a Arca das Letras
Criado pelo MDA em2003, o Arca das Letras implantou em todo o país mais de 8,8 mil bibliotecas rurais. Até agora, o número de livros distribuídos passa de1, 5 milhão, beneficiando mais de 800 mil famílias do campo. A administração das bibliotecas é feita por agentes de leitura, que contribuem para melhorar os índices educacionais de suas comunidades e valorizar a cultura no meio rural.
As bibliotecas são instaladas na casa de um morador, ou na sede de uma associação rural.As comunidades escolhem os assuntos que formam os acervos, o local onde a biblioteca funcionará e indicam os moradores que serão capacitados como agentes de leitura. Os acervos contêm livros nas áreas de literatura infantil, para jovens e adultos, de saúde, agricultura, meio ambiente e livros didáticos para pesquisa escolar.

Fonte: http://imirante.globo.com/oestadoma/noticias/2012/02/07/pagina213236.asp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva aqui seu comentário