Follow by Email

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Perfil Bibliotecário - Ustana Ferraz


Ainda lembro que em um lance de sorte decidi por cursar Biblioteconomia, eu que não sabia como a ‘coisa’ se operava acabei encantada por todas as possibilidades que viriam com essa escolha. Sou especialista em Docência do Ensino Superior pela Faculdade Integrada de Jacarepaguá (FIJ), Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Coordenadora da Biblioteca do Instituto Federal do Tocantins (IFTO)-Campus Paraíso do Tocantins (isso mesmo!! Tocantins!!Amo o Maranhão, mas tive que saí da minha zona de conforto, meu estado e procurar por novas possibilidades.) “Vem pro lado de cá, Vem pro Norte” (8).

Um livro? 
Começou bem difícil, um? Vou dizer um que marcou minha adolescência “O Estudante”I,II, III!Teria ainda os livros de Pedro Bandeira, mas é UM livro! rsrs 
Um filme? 
Vai virá clichê, sou apaixonada por filmes, assisto quase tudo. Porém, minha paixão são os roteiros não lineares, como por exemplo, o “Brilho eterno de uma mente sem lembranças”. 
Uma frase? 
"O mundo inteiro se abre quando vê passar uma pessoa que sabe aonde vai." Antoine de Saint-Exupéry 
Trabalha em que tipo de Biblioteca? 
Aprendemos na universidade a dividir em tipos diferentes as bibliotecas, porém a biblioteca que trabalho é um mistura de biblioteca escolar, universitária e comunitária. 
Qual imagem tem do Bibliotecário? 
Um profissional com um papel bem definido na sociedade, assim como os demais profissionais. 
Qual imagem acha que passa para o usuário? 
Como a “tia da biblioteca” pelos adolescentes ... rsrsrs...Nunca pensei nisso, mas gostaria que me vissem como uma profissional que tenta fazer o melhor para oferecer bons serviços e produtos. 
O que te diferencia de outros profissionais? 
Cada profissional traz características pessoais que influenciam no seu fazer profissional, entretanto o que me ‘diferencia’ não é particularidade somente minha. O que me diferencia de uma pessoa pode me igualar a duas. Entende? Ficou complicado!! 
Qual o maior mico que já pagou numa biblioteca? 
Tenso ... minha memória seletiva apagou estes acontecimentos, gostaria de ter lembrado algo bem constrangedor (mentira), lembro-me de ter derrubado várias vezes livros, quando ia colocá-los na estante, acabando com o silêncio e tirando a atenção da leitura para minha falta de coordenação motora. 
Qual o seu Hobby? 
Viajar! 
Qual o seu maior sonho? 
Ganhar na mega sena para poder viajar mais!! Sério!(Falta só jogar!) 
O que faz fora da Biblioteca? 
Tudo e nada! Depende do estado de espírito! 
Quais ações culturais você realiza ou gostaria de realizar? 
Gostaria de realizar mais atividades, mas devido algumas prioridades essas ações ficam em segundo plano. Porém, 2012 está inteirinho a disposição, quem sabe?! 
Por que escolheu o curso de Biblioteconomia? 
Pela baixa concorrência do ano anterior e pelas várias possibilidades no mercado de trabalho, que estavam listadas em um guia de inscrição da UFMA. 
Quais são suas expectativas para o futuro profissional? 
Qualificação profissional. Pretendo este ano concorrer ao mestrado. Alguma indicação?! 
Biblioteconomia foi sua primeira opção ao prestar vestibular? 
Não. Concorri no mesmo ano pelo antigo PSG para Psicologia (e não passei, óbvio!) 
Você acha que o campo da Biblioteconomia ainda é visto como um campo dominado por mulheres? 
A palavra ‘dominado’ é muito forte. É nítido que a maioria dos profissionais são mulheres, entretanto, temos ótimos profissionais homens que valem por muitos. Concordam? 
A melhor lembrança que teve da graduação? 
Viuxee... vivi a universidade, tenho ótimas lembranças, dentre elas as amizades e as viagens para os encontros da área. 
A melhor lembrança que teve da profissão? 
Quando trabalhava com crianças. Os abraços de agradecimento! 
Como você analisa o Mercado de trabalho? 
As maiores oportunidades de emprego estão no setor público, os concursos, então estudem também para concurso!!!

Um comentário:

  1. CONVITE
    Tenho um página muito simplória na internet, aonde escrevinho alguns pensamentos, poemas, poesias ou mesmo textos diversificados. Não seria um blogue. Um blogue, é mais complexo, mais completo, mais colorido. Ainda assim, estou a lhe convidar a ir até lá, visitar-me, e se possivel seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato, esperando por Você.
    http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

    ResponderExcluir

Escreva aqui seu comentário